Do Marketing Integrado aos “Ecossistemas de Conteúdo”

Do Marketing Integrado aos “Ecossistemas de Conteúdo”

Quando pesquisamos ou falamos sobre marketing, percebemos o grande número de ferramentas e possibilidades disponíveis para alcançar o sucesso junto ao público-alvo no vasto mundo da internet.

E é exatamente nesse universo que entram em cena os Ecossistemas de Conteúdo. Através dele, as ferramentas convergem para criar uma rede interdependente, onde todos os elementos interagem com um objetivo comum: conquistar clientes e aumentar as vendas. Vamos conhecer mais essa ferramenta? Acompanhe o post de hoje!

Evoluindo o Marketing Integrado

O mercado é composto pelas marcas e consumidores, e o que garante a clientela é o poder de atração das empresas junto a seu público. Para isso, são utilizadas diversas ferramentas de marketing.

Lembra dos 4 P’s (produto, preço, praça e promoção)? Com o universo digital, eles começaram a criar uma rede mais complexa, ao passo que o consumidor também mudou seu comportamento. Não basta oferecer algo a um bom preço e fazer uma publicidade para o seu alvo. Afinal, muitas outras também fazem o mesmo e estes esforços acabam sendo “chover no molhado”, é fundamental se destacar.

No mundo digital, antigamente, o destaque estava no básico: ter um site e um e-mail para contato. Mas, com a proliferação e popularização das mídias sociais, tornou-se necessário buscar um canal de engajamento além do básico. Ou seja, para vender, é necessário influenciar e educar seus leads.

Percebeu-se que, para conseguir chegar a resultados positivos, as marcas precisavam de mais do que apenas uma ferramenta para compor a estratégia. É necessário compor uma estratégia com diversos instrumentos, um para cada momento e necessidade. A composição de todos eles permitirá que você alcance resultados de forma concisa e consciente, permitindo entender as áreas que necessitam mudanças e quais são os caminhos para o futuro. Esse conjunto de ferramentas é o que chamamos de marketing integrado.

Neste panorama a conversão em venda demonstrou novas demandas, pois o comportamento do público tornou-se muito mais ativo do que passivo, ou seja, consumidores passam a se interessar a buscar mais informações sobre sua próxima compra, antes de efetua-la. Assim cresce a necessidade que a venda seja acompanhada desde o seu primeiro lampejo de interesse, monitorando a clientela para conhecer sua linguagem, o que buscam, temem, desejam, e principalmente, o conteúdo que pode ser oferecido para influenciar positivamente a decisão final. É neste ponto em que entra em cena o Inbound Marketing.

Ecossistemas de Conteúdo

Em 2006 surge o “Inbound Marketing”, onde o foco é a criação de conteúdo de qualidade para atrair pessoas cada vez mais “prontas” para adquirir um produto ou serviço. O sistema não é algo simples de implementar, e seus resultados dependem de uma implantação e gestão focada nos detalhes. Ele necessita de investimento e monitoramento constante, até que cada parte do todo esteja funcionando de forma satisfatória.

Derivado deste sistema você conseguirá entender como o público se comporta. Assim, fica mais fácil não apenas compreender a forma como a clientela se comporta, mas também analisar quais as tendências e desejos para os próximos projetos. A partir daí, o ciclo começa a se desenvolver até a formação de um sistema que gere frutos e novas sementes para sua renovação.

Ao puxarmos pela memória os tempos de escola, lembramos a definição do ecossistema: o conjunto de características que permitem e influenciam a existência de uma espécie. Ao transportarmos esse conceito simplificado para o universo do marketing, percebemos que sua marca é quem busca um ambiente ideal para se desenvolver de forma contínua, aproveitando cada parte do processo como combustível para os novos ciclos. Ou seja: um Ecossitema de Conteúdo aonde o conjunto de esforços influenciam a forma como a sua empresa se expõe e interage com o público. E, assim como na natureza, o sistema tem um equilíbrio que necessita de atenção e cuidado constantes para prosperar e evoluir.

Então, atenção total à integração para atrair, influenciar, converter e monitorar. O trabalho não é fácil, mas os resultados são compensadores. Desenvolver seu ecossistema de conteúdo é uma estratégia poderosa para quem deseja e quer se manter à frente e no topo!

O que você acha desta estratégia? Não deixe de comentar e compartilhar esse post nas redes sociais!

Quer aplicar esta estratégia no seu negócio? Fale com um consultor aqui.

Share Button

Deixe um Comentário

Comentário

Artigos Relacionados