Você sabe trabalhar com o funil de vendas?

Você sabe trabalhar com o funil de vendas?

Quando pensamos em decisão de compra, é fácil acharmos que o cliente já sabia qual problema tinha, viu um produto bom e simplesmente decidiu por comprá-lo, certo? Mas não é exatamente assim que acontece. O processo de decisão de compra é longo e faz parte do que é chamado de jornada do cliente ou o funil de vendas.

Antes de um cliente escolher qual produto vai comprar e, até mesmo quando ele ainda não sabe que possui um problema que deve ser selecionado, ele está passando pelas etapas do funil de vendas. A partir do momento em que a sua empresa está preparada para se relacionar com o visitante do site desde a primeira etapa do funil, é muito mais provável que ele procure você, em quem ele já confia, para realizar a compra final.

O funil de vendas é divido em três fases principais: topo, meio e fundo. Em cada uma delas, um material diferente deve ser apresentado para o visitante.  Se você deseja entender mais sobre como o funil de vendas funciona e como começar a aplicá-lo, continue acompanhando nosso post!

Topo de funil

Nessa fase do funil, o visitante ainda não está procurando por nada em específico, ele apenas encontra algum artigo interessante e descobre que pode resolver alguma coisa que o estava incomodando, otimizar o seu tempo ou simplesmente tornar algo melhor.

É importante criar conteúdos que sejam abrangentes e busquem conversar com a “dor” do cliente, ou seja, com aquilo que o incomoda no dia a dia e o deixaria interessado para saber mais sobre o assunto. Ainda não é o momento para citar produtos ou para tentar vender, é apenas o primeiro contato com o visitante e a chance de mostrá-lo que existe um problema.

Meio de funil

O visitante já percebeu que possui um problema e passa a pesquisar sobre as possíveis soluções. É nesse momento que ele começa a procurar dicas de como resolver o problema.  O conteúdo já pode ser um pouco mais específico e informativo, a sua empresa pode aparecer entre as alternativas de solução, por exemplo. Ainda assim, não seria um texto inteiro sobre como sua empresa pode auxiliar o cliente.

É interessante também criar conteúdos ricos nesse estágio, como um ebook sobre o assunto. Dessa forma, você pode colocar um formulário antes do visitante acessar o conteúdo para, em troca, conseguir alguns de seus dados importantes, como nome, telefone e email.

Fundo de funil

Agora sim o visitante já sabe que possui um problema e qual a melhor solução para ele. A partir de agora, ele vai pesquisar qual produto, dentro dessa solução, que vai conseguir atender melhor às suas necessidades. O visitante vai fazer comparações entre os produtos que encontrar, procurar por referências e demonstrações.

Pense sobre esses processos e o que a sua empresa deve oferecer para se sobressair nesse momento de decisão. Ofereça materiais completos e que falem sobre os benefícios do produto, mostre também cases de sucesso e depoimentos de clientes que ficaram satisfeitos.

Como você viu, cada fase do funil exige um tipo diferente de conteúdo e relacionamento com o cliente. Tenha sempre bem definido qual é a sua persona e quais dificuldades ela enfrenta no dia a dia e quais delas seu produto é capaz de solucionar.

Agora que você já conhece mais sobre o funil de vendas e o que produzir para cada etapa, nos conte sobre como deseja aplicá-lo para gerar mais vendas em seu negócio!

 

Share Button

Deixe um Comentário

Comentário

Artigos Relacionados